Contato (11) 2774-3370/ Whatsapp (11) 94222-0123

Simulação Digital na Rinoplastia

Simulação Digital, realizada em consulta pré-operatória de Rinoplastia, é um excelente instrumento para que o cirurgião possa entender melhor a insatisfação estética do paciente e para que, em conjunto, médico e paciente façam um esboço do que será feito no procedimento, na busca do melhor resultado cirúrgico possível.

E como a simulação digital é feita?

Inicialmente, são ouvidas e analisadas, com detalhes, todas as queixas estéticas do paciente. Logo após, é realizado um exame físico otorrinolaringológico. Em seguida, são tiradas fotografias digitais do paciente, as quais são inseridas em um programa digital específico. Ao final, é realizada a avaliação estética do nariz com o paciente, passando-se à simulação.

Na Simulação Digital é feita a moldagem gradativa da imagem do nariz em busca do resultado mais bonito, viável e harmônico para aquele rosto.

Existem algumas vantagens na realização da Simulação Digital na consulta pré-operatória:

  • “Confluência das cabeças”: tentativa de unir em um mesmo consenso o que o paciente considera um nariz belo, o que acha feio, o que gostaria que fosse melhorado e o conceito do médico de nariz bonito, sua avaliação de perfilometria, viabilidade de melhora, funcionalidade etc.
  • Vários pacientes chegam, já na primeira consulta, com uma ideia pré-definida do que pretendem com a rinoplastia. Mas após a realização da simulação e esclarecimentos técnicos concluem que outra abordagem cirúrgica, diferente da pensada inicialmente, é mais adequada ao seu caso. Exemplo: “Doutor, quero que abaixe apenas esse calombinho no dorso do meu nariz”. Entretanto, com a simulação, nota-se que se apenas a retirada da “giba”, sem redução da altura da ponta pode deixar o paciente com o aspecto de “nariz de Pinóquio”.

O mais interessante é que apesar da percepção estética e experiência do cirurgião, essa avaliação também é muito válida para ele, especialmente no que diz respeito à expectativa do paciente.

  • Rascunho cirúrgico: no programa digital são sobrepostas duas imagens, a simulação do nariz almejado e a do nariz prévio, porém com uma transparência reduzida. Com isso, é possível que se tenha uma ideia fiel do que deverá ser realizado na cirurgia para se chegar o mais próximo do resultado simulado.

Exemplo: no caso abaixo será necessário abaixar o dorso aproximadamente 7mm, rodar a ponta do nariz e abaixá-la um pouco. Figura:

Simulação Digital na Rinoplastia 1

Contudo, apesar de ser um mecanismo excelente — e, na minha opinião, fundamental — para melhores resultados e a satisfação do paciente, é muito importante deixar claro que a Simulação Digital na Rinoplastia não é garantia de resultado. Isso porque o resultado final envolve inúmeros fatores — técnica de abordagem, retração cicatricial, inchaço local, tipos de pele, acompanhamento e seguimento das orientações pós-operatórias — e muitos deles independem até mesmo da atuação do paciente ou do cirurgião.

Em resumo, a Simulação Digital, realizada em consulta pré-operatória de Rinoplastia, é uma excelente ferramenta, tanto para o cirurgião quanto para o paciente, a fim de um melhor resultado cirúrgico.